quarta-feira, 8 de maio de 2019

Furacão Mafy

Há quatro anos chegaste com a rapidez de uma tempestade e deixaste a nossa vida virada do avesso... muito mais cheia e completa, mas virada do avesso.

Até hoje, tem sido isso!

Confesso que tenho dificuldade para a tua pedalada de quem vira o mundo dos outros, e que não há dúvida que te faz falta um bocadinho do efeito epidural que não cheguei a levar no teu parto.

Mas também confesso que fico toda derretida com a tua doçura e o teu coração é grande e amoroso, apesar de só dares a quem queres e quando queres.

É linda a tua relação com as tuas irmãs, mas com o teu irmão é de ficar com lágrimas nos olhos.

Hoje, 4 anos de furacão Mafalda!

Aguentem-se, se conseguirem...


quarta-feira, 20 de março de 2019

Dia do Pai


Os filhos são o trabalho mais importante da vida de um pai. Por eles um pai é capaz de tudo: conjugar uma gincana de recolhas e largadas diárias, sair do trabalho mais cedo só para ver a peça de teatro da escola onde o filho entra como arbusto, assistir aos treinos e jogos com a emoção de um derby, chegar a casa de rastos e arranjar força e paciência para dar colo, aturar birras e distribuir mimos.
O pai é também, e cada vez mais, quem prepara o jantar e desenha caras com os legumes no prato, é o pai que sabe ler os hieróglifos nas etiquetas da roupa, que conforta os filhos depois de um pesadelo, que sabe quando falar e calar, que tem o abraço que precisamos no final de um dia difícil.
Há uma sabedoria e força que emana dos pais, que nos assegura que vai ficar tudo bem. É por isso que quando os pais estão em casa nos esquecemos às vezes de trancar a porta a chaves.
Confiamos nos pais para encontrarem o caminho, na estrada e na vida. Os pais são regra geral generosos porque querem dar o melhor que podem aos seus filhos. E nesta cruzada os pais tornam-se super-heróis sem capa.
O Dia do Pai relembra-nos que a figura do pai é absolutamente central na nossa vida. Na ausência ou em presença, pai é pai. Muitas vezes usamos a metáfora da “âncora” ou do “farol” para descrever esta presença que nos dá segurança, sentido de pertença, calor e abrigo.
Neste dia do Pai lembremo-nos dos nossos pais, dos pais dos nossos filhos, ou de nós mesmos, enquanto pais. Um pai pode não ser perfeito, mas o amor que ele dá perdura para sempre.

A todos felicitamos e agradecemos a felicidade que trazem às nossas vidas.
Um Feliz Dia do Pai!
  
APFN, 19 de março de 2019 

terça-feira, 19 de março de 2019

6 anos de Matilde!

Especial, como só ela sabe ser!

Ontem, ao deitar, o JP disse-lhe: amanha vai acontecer uma coisa horrivel... a tua idade ja não vai caber só numa mão!

Riu-se e disse: pára pai!

Hoje de manhã olhou-se ao espelho, sorriu e disse: estas marcas toda a gente tem... são rugas!

Matilde: sempre, sempre especial!


sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

De maneiras que é isto!


VOTOS DE UM EXCELENTE NATAL PARA TODA A FAMÍLIA
Na altura do ano em que comemoramos o nascimento do Menino Jesus e mais ouvimos falar em Família faz todo o sentido coloca-la no centro da mesa, das conversas e da nossa vida. Tenho dedicado tempo e atenção à minha família? Tenho visitado com frequência outros familiares mais sozinhos? Tenho estado presente na vida dos meus filhos? Sei estar e brincar com os meus filhos até quando o cansaço é grande? Estou a fazer da família a minha prioridade? Estas questões ajudam-nos a viver melhor o nosso Natal: não o natal dos presentes, das músicas que ficam no ouvido, das montras bem decoradas, das lojas e das luzes que ofuscam o essencial. Mas sim do Natal mais simples e importante, em que o centro é a família: a de Nazaré e a nossa. Não é este o tempo propício a aproximar-nos uns dos outros? E se pendurássemos as zangas como penduramos bolas nas árvores de natal? E se ao invés de darmos presentes nos fizéssemos presentes?
A começar pelas nossas casas e, talvez antes disso, pelos nossos corações.
Comecemos por nos sentar à mesa com a família e falar sobre o dia de cada um.
Lembremo-nos também de quem não tem família, dos que já partiram, dos que tendo família não podem estar com ela ou não têm forma de comemorar. Que isso nos faça valorizar ainda mais a dádiva que é termos todos em redor da mesma mesa. 
Que este natal seja alegre em todas as casas e para todas as famílias, na certeza que quando cuidamos do que temos, temos tudo o que precisamos.
A APFN deseja a todos os associados e parceiros um santo e feliz Natal e um ótimo ano de 2019!

A Presidente da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas,
Rita Mendes Correia

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

8 anos de ti!

Não sei bem em que momento deixaste de ser aquela bebé amorosa, para seres esta miúda rebiteza...

Tão segura e respondona, quanto medrosa e aflita, a vida contigo tem sido um carrossel, com muitos momentos de diversão e outros de pura adrenalina (é fechar os olhos e pedir a Deus que passe depressa).

Tem sido tão bom aprender a ser mãe contigo... são 8 anos de presença forte, feliz e única!

Obrigada querida Guigas!


quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Parabéns para mim!

Além do telemóvel e do facebook que não param de apitar, acabei de receber isto no mail: